top of page

Métodos técnicos para alcançar uma excelente velocidade no seu site [2024]

Em artigos anteriores como o mobile, redirecionamentos, javascript e auditoria de um site, verificamos que todos estes temas têm algo em comum, a velocidade de um site! Pois para todos estes temas referidos, se a velocidade de um site não estiver otimizada, estes temas não funcionam em pleno. Portanto a velocidade de um site, está inerente a todo ele, e têm imenso impacto nos resultados de pesquisa orgânicos do Google. Neste artigo vamos verificar as técnicas essenciais para se ter uma excelente velocidade num site, tais como a verificação das imagens, o DOM, o cache e os sinais vitais do mesmo.

 

  • Velocidade do site

  • Gzip

  • Imagens

  • Cache

  • DOM



Sinais Vitais Web (velocidade das páginas)

Os Sinais Vitais Web (Core Web Vitals) são as métri­c­as de veloci­dade, uti­liza­das ​​para medir a exper­iên­cia do uti­lizador nas páginas do site. As métri­c­as medem o car­rega­men­to com:

- Largest Con­tent­ful Paint (LCP): este deve ocorrer dentro de 2,5 segundos após o início do carregamento da página;

- Esta­bil­i­dade visu­al com Cumu­la­tive Lay­out Shift (CLS): as páginas devem manter um CLS de 0.1. ou menos;

- Inter­a­tivi­dade com First Input Delay (FID): as páginas devem ter um FID de 100 milissegundos ou menos.

 

Think With Google constatou que um carregamento lento de até 5 segundos, aumenta 90% da probabilidade do utilizador desistir da visita ao website. Os core Web Vitals podem ser vistos em tempo real, monitorizados e resolvidos através do “PageSpeed Insights” ou do “Gtmetrix”. 





Para melhorar a velocidade de uma página existem algumas técnicas para serem executadas, nomeadamente, comprimir os arquivos enviados pelo servidor (Gzip), reduzir o tamanho das imagens da página, eliminar os caracteres superfluos dos códigos HTML, CSS, Javascript, criar AMPs (mobile) e optimizar o cache do navegador.

 

Imagens

Existe um trabalho de SEO por detrás de cada imagem, pois estas podem ser pesadas e tornarem o site lento, imagens web carregam informação que irá ser fornecida ao Google. O tamanho do arquivo de uma imagem é determinante para o rankeamento da página e da propria imagem, esta deve ser leve. Para isso pode utilizar algumas ferramentas de compactação como o “Optimus”, o “Tinypng” ou o Photoshop. Os formatos mais avançados de imagens e que mantém a qualidade são o JPEG 2000, JPEG XR e WebP, pode utilizar o plugin “WebP Express” ou o “Optimole” para otimizar as suas imagens para o formato desejado de uma maneira mais simples, no wordpress.


O SEO também deve ter o cuidado de colocar no site, imagens já com o tamanho certo, para que o site não tenha de fazer redirecionamentos. Existem ainda imagens que estão abaixo da dobra da página (não aparecem para o utilizador) que podem ter o seu carregamento adiado, nestes casos deverá utilizar o recurso lazy load, através do plugin “Lazy Load” para WordPress. Assim, as imagens só são carregadas quando o usuário chega até elas.

 

Gzip

Gzip é um formato de compressão de arquivos do site. Ou seja, ele reduz o tamanho dos arquivos enviados pelo seu servidor e o tempo de transferência, com taxas de até 90% de compressão nos arquivos maiores. Essa é uma das medidas mais eficientes para reduzir o tempo de carregamento das páginas. Todos os navegadores atuais são compatíveis com esse formato e processam a compactação automaticamente quando o utilizador acede a um site. Alguns servidores fazem isso automaticamente, mas se não, existem diversos plugins de cache para WordPress que ativam a compactação de Gzip. Um deles é o “WP Fastest Cache”, que mostra uma simples caixa de seleção com tudo o que pode configurar, inclusive a compactação do Gzip.

 

Cache de um Site

O Cache de um site é um armazenamento temporário, que tem o propósito de deixar os sites mais rápidos. Ele funciona salvando os arquivos estáticos na memória do seu computador local. Esse recurso reduz a quantidade de solicitações enviadas ao servidor de internet que contém os arquivos reais. Assim, ao armazenar em cache elementos como HTMLCSSJS e imagens, o navegador reduz drasticamente o tempo de carregamento e o uso de recursos. Limpar o cache do navegador remove todos os dados mantidos no armazenamento temporário.


Como resultado, depois de aceder a um site pela primeira vez, após ter limpo o cache, vai levar mais tempo para o site em sí ou a página carregar. Além disso, recursos desatualizados no cache podem fazer com que se veja um conteúdo incorreto. Por exemplo, pode ter dificuldades em visualizar novas alterações ou atualizações feitas num site ou página. Assim, limpar o cache do navegador de tempos em tempos pode ajudar a evitar esses contratempos.

 

Minifique o HTML, CSS, Javacript

Utilizando o cache como solução para minificar os códigos HTML, CSS e Javascript, estes retiram o código que não interessa, isto é, eliminam quebras de linha, espaços em branco e comentários. Existem plugins gratuitos para isso no wordpress: “W3 Total Cache” e “Autoptimize”. Se trabalhar com um site feito apenas em programação terá de verificar as páginas manualmente. Também terá de eliminar recursos que impedem a renderização do site, o CSS e o Javascript atrasam o HTML para entregar ao utilizador as páginas interativas. Para resolver isso, pode determinar que os recursos Javascript e CSS carreguem de forma assincrona, isto pode ser feito através dos plugins: “Async Javascript” e “Speed Booster Pack”.

 

DOM

Dom significa “Document Object Model” e é a estrutura dos objectos que o navegador gera de toda a vez que carrega uma página. É uma estrutura hierárquica em que existem diferentes objectos que dependem uns dos outros, existe o objecto principal que depois vai fazer a ramificação para outros mais secundários, como um fluxograma. DOM representa a estrutura HTML da página composta por uma série de tags. O DOM afecta o desempenho de uma página se este for excessivo, pois este inclui elementos HTML que não são visiveis na primeira vez que o utilizador carrega a página, do qual aumenta o consumo de dados e o carregamento fica mais lento, se for excessivo também o desempenho da execução diminui, á medida que os utilizador e os scripts interagem com uma página, o navegador recalcula continuamente a posição e estilo das tags html, e assim poderá precisar de mais memória para processar as páginas.

 

Para que o DOM não afecte negativamente as páginas do seu site, deve remover todos os elementos HTML desnecessários dele:

·       O Google recomenda que, ao desenvolver um site, as páginas contenham menos de 1.500 nós DOM, o design das páginas não deve ser muito complexo, não deve conter muito scroll nem ter demasiadas imagens e pesadas.

·        Para reduzir o DOM no wordpress têm de segmentar as páginas grandes em várias páginas (menos scroll) e se tiver muito conteúdo diferente como formulários, postagens, produtos, etc, é melhor classificar todos esses elementos em páginas diferentes e vinculá-las através de um menu de navegação. Pode e deve ativar o plugin de carregamento lento, por exemplo: “WP-Rocket” ou “Lazy Load”. Também é essencial limitar o número de posts ou produtos por página, 10 é o razoável.

·        Remova itens desnecessários que estão no tema padrão do wordpress ou wix, como o botão “adicionar ao carrinho”, “data da publicação”, “informações do autor”, etc.

·        Use temas de páginas bem codificados como o “Astra” ou o “GeneratePress”, aqui dê atenção as tags <div>, para que não sejam muitas, pode usar soluções como o “Oxygen Builders”.

·       Utilize ferramentas como o “HotJAr”, que permite ver o que os utilizadores estão a usar e o que não está a funcionar no seu site para eles.


 

Conclusão

A velocidade de um site é extremamente importante para um profissional de SEO, pois impacta todo o site no todo, e se este estiver com problemas, vai afectar todo o desempenho e tráfego do mesmo. Sem a velocidade de um site trabalhada, os motores de busca não vão rastrear ou indexar, como deve de ser, o seu site nos motores de pesquisa.

 

Atualmente, muitas empresas precisam de resultados imediatos, mas a verdade é que não podem dar-se ao luxo de implementar SEO internamente enquanto alavancam com a prioridade do foco do seu negócio.  Se ainda não consegue dar conta destas etapas ou não tiver tempo para as colocar em prática, a Bringlink SEO garante que tenha a visibilidade e o crescimento da marca que merece.  


Fale connosco, envie email para a bringlinkseo@gmail.com.


 

Referências




bottom of page